sexta-feira, 12 de junho de 2009

Amigos, amigos, cama à parte

 imagem: rolands.lakis

Ele é o cara mais legal que você conhece, dá pra ficar super a vontade do lado dele, fazer a unha do pé, tomar cerveja, contar que o pau do seu ex (que ele sempre odiou) é pequeno, enfim..seu melhor amigo.

Mas antes de ser o seu amigo hetero (por que amigo gay só tem um), ele é homem, gata. Não pense você que ficar desfilando de calcinha e camiseta na casa da praia na frente dele não mexe com os instintos mais básicos do moço. E eu sei, e você também sabe que você não faz isso tão inocentemente, afinal, quem não gosta de ser olhada?

Você encara o rapaz como assexuado, você gosta dos olhares, mas mantém a distância aceitável entre dois amigos. Porém já se pegou várias vezes pensando que ele é até bem gostosinho e que aquela sua prima que já conferiu, falou maravilhas do cidadão entre quatro paredes.

Vale arriscar a amizade pela foda? Depende de vários fatores. Vamos pensar juntas?





1. Estudando o espécime

O mais importante de tudo é ter certeza de que o rapaz não nutre um amor secreto por você. A gente sabe que tem muito fofo que passa anos, décadas, alimentando um sentimento pela melhor amiga e sofre calado, esses são cilada, Bino! Se você usá-lo como seu brinquedinho por uma noite corre o risco de ganhar um louco berrando na sua janela todo dia.

Mas se é secreto, como eu vou descobrir? Simples, ele sempre deu sinais, mas você fingiu ignorar. Coisas como meter defeito em TODO E QUALQUER cara com quem você já se relacionou, nunca estar com mulher alguma perto de você e não medir esforços pra fazer qualquer coisa impossível pra você.

Seu amigo é assim? Então fuja! Mantenha só na cerveja e conversinha.





2. Preparando o terreno

Vocês já tem intimidade, isso é uma vantagem na hora de arrastar o BFF pro pecado. Ele já te confidenciou várias coisas que o agradam naqueles diálogos safadinhos que vocês têm as vezes. Comece a dar pistas, deixe no ar. Se seu amigo não for uma porta, ele vai sacar (homem se finge de desentendido para muitas coisas, mas não pra isso, certeza!).

Um contatinho físico sacana também vale. Parece inocente, mas não é. Você sabe, ele sabe. E ele sabendo já é hora de largar na mão do bophe que o resto ele resolve.


 imagem: leogetz


3. Em boca fechada não entre mosca

Nem sai merda. O que acontece entre vocês, fica entre vocês. Não vai sair espalhando pro resto dos amigos em comum, que, quando ninguém tá por perto vocês se atracam feito bicho.

Além do cara não gostar, é claro, corre o risco de ficar climão na turma e fofoquinhas do tipo: "ai, fulana tá dando pro fulano, não é péssimo isso? blá, blá, blá..."




4. O dia seguinte


Vida normal, fofa! Não vai ficar ligando pro cara, mandando scrap com mensagem subliminar. Ele sabe que te comeu, e a menos que ele sofra de algum problema de saúde que o impeça de reter memória recente, ele lembra também. ¬¬

Vocês são amigos, continuam amigos. Não vale agora ficar com vergonhinha de andar descabelada na frente dele só por que ele te viu pelada. Começar a ficar com recalques vai acabar com a amizade de vocês.




5. Sabendo a hora de parar

O lance pode acontecer uma vez só e ser o suficiente pros dois. Ou pode rolar sempre que não tiverem nada melhor pra fazer. Depende só de como rolou, se foi legal, se ambos gostaram e se a situação tá bem resolvida na cabecinha dos dois.

Mas cabe deixar bem claro pro amigo de foda que a hora que você quiser parar, é pra parar. E o mesmo vale ao contrário: o gato começou a namorar e quer ser fiel? Respeite, não vai ficar se esfregando no menino por que ele não é de ferro.

Sentiu que tá ficando caidinha pelo rapaz e não sabe se vai aguentar ver ele com outra? Tá ficando fiel a um relacionamento que não existe de verdade? Hora de parar também, linda. Se machucar a toa é muito out!


Porém, se você leu tudo isso, mas se conhece bem e sabe que basta um carinho mais forte pra você apaixonar, não recomendo o amigo de foda. Na primeira você vai cair de joelhos, afinal, já sabe que ele é fofo, legal, gosta das mesmas coisas que você...

Ah...e antes que perguntem...sim, eu acredito na amizade homem/mulher sem segundas intenções. Mas acho que ela funciona maravilhosamente bem quando tem segundas e terceiras também.

6 Comentários:

Fernando disse...

Very, very interesting...

irradiandoluz disse...

Ok, admito que as dicas foram boas...
Minhas amigas sempre pararam na número 1: sabiam que eu nutria paixões secretas...
Acho que por eu ser um tipo mais romântico e apaixonado, nunca deu certo uma coisa dessas pra mim...
Aliás, pare de ficar dando dicas de como não se apaixonar pras mocinhas da blogosfera, tia Jenny!
Deixe elas se apaixonarem, é a coisa mais maravilhosa desse mundo!

Abração de um cara antiquado
Gabi Dread

Etevaldo disse...

Mazá Jenny...tu tá ficando supimpa já com esses papos, heim? Show!

Como já te falei antes, sou meio desligado em certas coisas, mas não neste quesito ai. Amiga desfilando e dando sinalzinho é caixão. Já rolou sim, e pode te dizer que nada mudou entre nós. Foi aquele momento, e como somos adultos, soubemos levar numa boa.

Alias, acho que por ser amiga é até melhor, porque por gostarmos muito um do outro, sim porque somos amigões, sabemos cuidar direitinho de cada um e sem sacanagem grosseira. Sem falar que depois nenhum fica falando do outro por aí.

Whatever...como foi teu feriado?

Thiago Panza Guerson disse...

Mandarei minhas amigas lerem esse post.
Obrigado.
e
beijos.

Johnny Rox disse...

Jenny, você já leu o post do Alex Castro? Fala sobre a amizade homem/mulher do ponto de vista masculino. É um tema "invelhecível", este.

All3X disse...

Jenny, querida, espalha isso não!
Vai que pega...

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO