quarta-feira, 10 de junho de 2009

Histórias do Futebol - Invencíveis


Terra onde o futebol se divide em duas cores. Ano de 1979. A beira do Guaíba.
Gigante.
Invicto.
Depois de amargar um terceiro lugar no Gauchão daquele ano, ninguém esperava muito do Internacional, pedir um tricampeonato Brasileiro parecia demais. Mas o Colorado liderado por Falcão e orquestrado por Ênio Andrade foi além...não só ergueu a taça, mas o fez de maneira impressionante, invicto, coisa que até hoje nenhum outro clube igualou.

Foram 23 jogos (sem contar o WO com o Galo mineiro) 16 vitórias, 7 empates. Isso num Brasileirão TODO CAGADO, inflado pela campanha "Onde a Arena vai mal, um clube no nacional". São Paulo Futebol, Petecas e Salto Alto nem participou por que era muito diva para tal, o Palmeiras largou no meio por que o saco encheu. Mas nada diminui o feito do time gaúcho.

O último jogo aconteceu no Beira-Rio com uma vitória colorada em cima do Vasco por 2 x 1. Pra delírio do mar vermelho que presenciou o feito histórico do time.

E para quem não lembra, o quarto-zagueiro do Inter na época, era Mauro Galvão com apenas 18 aninhos. Mauro Galvão...sabem, aquele que jogou (e bem) até uns 85 anos de idade.

3 Comentários:

Márcio Diemer disse...

Parabéns pelo Blog! Apesar deste post ser colorado (sou gremista)! hehehhe! Um grande abraço do conterraneo de estado! Diemer

virtualz1.com disse...

Se o Palmeiras tivesse participado teria levado... certeza!

Invencível mesmo eram aqueles times do Palmeiras da década de de 60 e 70, e o de 90 até 2000 (Sociedade Esportiva Parmalat), e o do Santos de Péle, Coutinho e Companhia...

Isso sem contar as seleções Brasileiras, principalmente a de 70!

--
AndersonZ1.

Jenny Taylor disse...

Márcio, na verdade se vc fuçar os arquivos do blog vai ver que tem dois textos sobre o Imortal Tricolor...

Não sou gaucha, muito menos colorada.

Sou carioca e botafoguense, mas certeza q se tivesse nascido no Rio Grande, seria gremista.

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO