quarta-feira, 25 de março de 2009

Das mulheres honestas da vida



Toda essa polêmica envolvendo a atriz pornô Pamela Butt e o Marcelo Tas me fez pensar em um monte de coisas.

Resumo da ópera: Marcelo anunciou o quadro Palavras Cruzadas com um padre e uma prostituta, que na verdade é uma atriz pornô. Ele pediu desculpas, mas já era tarde, já que seus dois putinhos pessoais já deitavam e rolavam na piada.

Ele errou? Errou sim, e feio. Atriz pornô e prostituta são duas coisas BEM diferentes. A atriz não faz sexo com clientes e sim com outros atores e/ou atrizes, num ambiente deveras técnico. A atriz não recebe por foda dada e sim um cachê final pelo seu trabalho. Atriz pornô não faz ponto, não cola adesivo no orelhão e nem frequenta o Hotel Senador no Centro de São Paulo.

Ser chamada de prostituta e puta em rede nacional ofendeu Pamela, que teve a maior boa vontade com o programa. Mas não se ofenda, Pamela!

Puta pra mim é aquela que casa por dinheiro. Que explora jogador de futebol. Que dá golpe da barriga. A mulher que se arruma e vai para a rua, para a boate ou espera o telefonema do cliente é prostituta, sim, mas esse é a profissão mais antiga do mundo...veio antes dos médicos, dos advogados e dos apresentadores do CQC.

A definição de estupro na Constituição Brasileira ja foi "constranger mulher honesta à conjunção carnal" (ou coisa que o valha, sei que tinha o honesta). Então ficamos assim: ladras, estelionatárias e mentirosas não era estupro? Era. Mas prostituta não, prostituta não era honesta.

O que define uma mulher honesta? Sair todo dia para trabalhar, pôr comida na mesa, alimentar os filhos, trabalhar por prazer (sim, por que a prostituta que é prostituta por que gosta não é honesta?)? Isso pra mim é mulher honesta.

A atriz pornô é honesta. A prostituta é honesta. Exceto aquelas que aplicam golpes, mentem, roubam...mas aí vale para qualquer mulher.

Portanto, Pamela, não se ofenda. Por que ser mulher honesta, seja da vida ou não, não é vergonha alguma.

3 Comentários:

Patrícia Coelho disse...

"Atriz pornô não faz ponto, não cola adesivo no orelhão e nem frequenta o Hotel Senador no Centro de São Paulo."... isso é uma pérola :)

Ela não deve mesmo se ofender por todos os motivos que você já colocou, - e que, absolutamente, concordo - mas também porque foi só um ato falho do Tas. No fundo, as pessoas associam atrizes pornô com prostitiuição, e prostituição com putaria. Os preconceitos estão tão implícitos que ninguém mais põe reparo nisso.

Adorei a escolha do tema e sua abordagem sobre ele.

Beijos.

Maverick Osses disse...

atriz porno e puta é tudo mema coisa da por causa de dinheiro e ponto final rsrs Marcelo Tas ta certo

Anônimo disse...

Ele não errou não, atriz pornô e prostituta é a mesma coisa, todas fazem sexo por deinheiro.

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO