quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Não Importa se Libertadores ou Sulamericana...



...o importante é que emoções eu vivi.

Dia 13 desse mês lá no Barradão, Vitória e Coritiba fizeram a primeira partida válida pela Copa Sulamericana, e o time baiano abriu uma vantagem de 2 x 0, forçando assim, o time paranaense a fazer três gols em casa ou pelo menos dois, para levar para as penalidades máximas.

Sinceramente, achei que tinha acabado pro Coxa ali, que jamais abririam dois gols de diferença, mesmo sendo no Couto Pereira. Queimei a língua (pelo menos nesse aspecto), pois o time do Paraná conseguiu sim, fazer esses dois gols. Depois de um primeiro tempo nojentinho, onde o Coritiba pressionou, mas nada aconteceu, a etapa complementar começou com um gol do meio da rua de Marcelinho Paraíba (2'). Faltava mais um.

Não demorou muito mais pra eu ficar aqui de boca aberta pensando: "porra, e não é que o Coxa vai levar essa ?!" Aos 12' Renatinho aproveitou um rebote do Gléguer pra fazer a torcida alvi-verde respirar mais aliviada. Se com doze minutos do segundo tempo estava 2 x 0, Vitória chegando ocasionalmente e o goleiro Vanderlei inspirado, dava tranquilamente pra fazer mais um e administrar a vitória. Mas os deuses da bola quiseram de outra maneira...

O tempo regulamentar findou-se com esse resultado e o Couto parou de respirar para assistir uma disputa de pênaltis. Pode parecer muito pouco pra você, colega que está no G4, que tem chance de ganhar o Brasileiro, que joga Libertadores todo ano e que põe título pelo cu. Mas não era pouco para o Coxa, no ano do seu centenário, correndo risco de ser rebaixado e com essa única chance de levantar um troféu no seu aniversário mais importante.

Se o mundo fosse justo, o Coxa teria ganho no tempo normal, pois jogou melhor (destaque pro Ariel, que lavou, passou e bateu muito). Se o mundo fosse justo, Jéci não teria batido feito um animal e perdido o pênalti. Se o mundo fosse justo, aquela bola do Roger teria mesmo batido no travessão e não teria entrado. Mas o mundo não é justo.

E como nem tudo são flores, resta pro Coritiba esse ano lutar pra não cair. E o Vitória segue adiante na Sudamérica esperando o vencedor de Blooming e River Plate do Uruguai.

Por isso que quando eu digo que rola MUITA EMOÇÃO na Copa Sulamiranda, eu não tô mentindo.

2 Comentários:

infinitopositivo disse...

Bigodón, o Coxa se resume a Paraíba, Ariel e qualquer um dos dois ótimos goleiros que tem - Vanderley e Edson Bastos. Não dá pra ser um time com apenas três. Pena. O ano do Centenário acabou!

Ery Roberto

biscoito20 disse...

Gléééééééguer!

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO