sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Quem Tem Boca...



vai a Roma? Certo? Até vai, mas a boca serve pra muito mais do que te levar a cidade que tem Falcão como rei.

Faz tempo que eu não escrevo um tutorial desses, baseado nas minhas viagens pelos lugares mais exóticos do mundo. Começou com um manual simples, porém honrado para os momentos solitários dos rapazes, depois tentei jogar aquela luz nas moças com medo de engatar a ré e agora, atendendo a um pedido, eu revirei meus registros de uma viagem feita a República Tcheca (onde todos os homens são Tchecos) e achei perdido o Tratado Oral da Morávia do Sul.

Tal Tratado Tcheco (áááágua) desvenda os mistérios do ato vulgarmente conhecido como boquete, bola-gato ou aquela chupetinha companheira e sincera. Um tratado inteiro só para o simples ato de cair de boca no salame? Parece simples né, gentem!? Mas nem é. Existe toda uma gama de variáveis nessa que parece uma atividade relativamente simples.



1. Não Sabe Brincar, não Desce pro Play

Os Tchecos (oi?) partem do princípio que se você está na brincadeira com o rapaz é por que curte. Se curte, não pode ter nojinho.

Homens tem uma relação estranha com o próprio pau. Eles tem um orgulho danado do amiguinho e querem que você adore o instrumento como um totem místico. Então antes de mais nada, é imprescindível que você demonstre amor, paixão e desejo ardente por aquilo ali. Mesmo que seja uma mixaria.Coma o rapaz com os olhos. Aliás, o Tratado afirma que o contato visual é essencial. Ficar de olhos fechados o tempo inteiro ou jogar a cabeleira na frente impede que o Cromossomo XY acompanhe o show. E gatas, homem ADORA acompanhar show.

Não ter nojinho inclui segurar com vontade e mandar ver como se não houvesse amanhã. Se o cara ficar de nojinho com você, certeza que você se sentirá mal. Então não faça pros outros o que não gostaria pra si mesma.




2.  Aperfeiçoando a Técnica


Não é legal atacar a vara do bunito de uma vez, nem fazer isso com pressa. Ninguém quer uma maquininha chupadeira. Ir começando aos poucos, devagar, fazendo aquela amizade com o pipi do gato, conhecendo o terreno, use só a língua e os lábios no começo. A menos que vocês estejam em alguma situação em que precisem correr contra o relógio, não custa nada fazer o gato passar aquela vontadinha parceira enquanto você aprecia o brinquedo de várias formas.

Céquiço oral é um momento que envolve muitas váriáveis, como eu já disse. Então, você amiga esforçada, não precisa bater sempre na mesma tecla. O amigo do seu gatinho tem cabeça, corpo e um cabresto. Oi? Um cabresto...é, ou freio, como você preferir e eu não saberei dizer agora se rola um nome científico. Não faz idéia do que é isso? Assim, gata, te explico, se o pipi amado tem capuz ele tem cabresto, que é a pele que une a capinha ao corpo. E é bem lá que mora todo o truque, por que esse lugarzinho esquecido pelo mulherio é que vem a ser o tchans da parada. Perca um tempinho ali que você vai entender do que eu tô falando ;). Os Tchecos (UI!) garantem 100%¨o retorno do esforço.

Pra coisa toda correr legal é essencial que você esteja com água na boca, literalmente. Com a boca molhadinha fica muito mais gostoso. E pode ficar sossegada, ninguém vai reclamar que você tá babando no pau ¬¬. Saliva pode, dente de jeito nenhum! Dizem que tem cara que até curte quando você arranha de leve, eu nunca conheci nenhum desses ao vivo.

Ah mas você é muito ousada e que abocanhar o grandão de uma vez? Olha, bunita, tem toda uma técnica mágica pra fazer aquela garganta profunda de responsa. Eu sinceramente nunca consegui, mas como minha função aqui é passar adiante os ensinamentos Tchecos (diliça), vão as dicas: pôr a língua pra fora dá uma força, e também contrair a garganta, é...contrair, as pessoas acham que você precisa relaxar, mas é o contrário. Sentiu que vai rolar uma gorfadinha? Pare, respire e continue. Todos os relatos do Tratado afirmam que a ânsia só vai passar com a insistência. Então é treino. Use como desculpa pra ficar com a boca ocupada toda hora.

O boquete não deve se resumir só a linguiça, por que alí na vizinhança do entre-pernas, alí no corta-luz, também reside seu amigo saco. Pô saco é uma coisa feia, gente, é, não tem jeito! Mas, lindas, o saco da sua paixão tá lá pra ser mimado também. E todo cuidado é pouco, qualquer movimento brusco lhe renderá uma joelhada inconsciente nas costelas. Enquanto se concentra na giromba, use a mão (DE LEVE, sua tosca!) no saco, e depois use a boca, tudo com o MAIOR dos jeitinhos.


3. Os Limites da Decência Britânica

Você até curte a milenar arte Tcheca do bola-gato, mas tem seus próprios limites. Então é bom deixar claro antes pro rapaz até que ponto você chega. Acha que nem precisa de um complemento de proteína na sua dieta e dispensa a porra? Ótimo, direito seu, mas avise ao menino. Antes, para que ele possa te avisar na hora e você  termine de outra maneira. Não avisou e ficou de boca cheia, não cuspa. Sério...NÃO CUSPA. Magoa, viu?! Te garanto que você já engoliu coisas bem piores.

O gato se empolgou de tal maneira e meteu a mãozona na tua cabeça e empurrou sem dó? Calma, antes de sair batendo porta e esbravejando que isso é um desrespeito a sua condição de mulher liberada e independente, entenda que foi o calor do momento. Tire a mão do rapaz dali e pronto, ele vai entender.

Não precisa fazer #alocka nessas situações, ninguem gosta de mulher histérica nem de lhama cuspideira. É muito mais phino agir discretamente e resolver na conversa. No mais é só curtir o momento com o lindão e esperar pela sua vez, que ninguém é de ferro, néam?


Por último, mas não menos importante:

Deixou o cara gozar na boca e ele não quis te beijar depois? Mande a puta que pariu, por que isso aí não é homem, e sim um belo de um MERDA!

14 Comentários:

Anônimo disse...

HAHAHA mto bom

Anônimo disse...

Jenny, Jenny...Taylor, Taylor...

Vc é uma "ex"-perta no assunto, hein?!

Posso sugerir? Então, vai...

Fala um pouco mais de vc! No fundo, no fundo, acho que vc naummmm tem 27 anos, e sim, um pouquinho menos... Vem cá, eu te conheço. =)

Jenny, Jenny... tome jeito, menina!

Bjundas.

Jenny Taylor disse...

Se você me conhece, sabe q tenho exatamente a idade que digo ter ¬¬

Etevaldo disse...

AFUDE! Manual completo do bola-gato! E esse Tchecos ( ahá ), sabem muito!

To louco para fazer esta experiência, principalmente a parte do chapeuzinho. Agora é recrutar as candidatas e me jogar neste fardo academico aí!

usuariocompulsivo disse...

Só para constar. A expressão "bola-gato" vem do inglês: "Ball-Cat"...

[]'s
Compulsivo

Amado disse...

Jenny, Jenny...

Conheço sim, profundamente falando (eu sinto).

Eu sou a pessoa que vai abrir porta da sua área de segurança. ;o) Fique esperta, fofitcha!

Bbjunhassssssss

Fábio Carvalho disse...

Acho o sexo oral uma das maravilhas do mundo..

Mas muitas garotas ainda tem meio que "medo" de praticar, sei lá porque...

e essa de "Homens tem uma relação estranha com o próprio pau. Eles tem um orgulho danado do amiguinho e querem que você adore o instrumento como um totem místico..." não é tão assim vai jenny. haha. bom, tem gente que sim, mas eu não...

ah, e não foi falado sobre o 69 né. eu amo sexo oral, mas não sou aqueles mulekes metidos a 50 cents da vida que adoram maltratar a garota e trata-la como objeto. Sexo é Amor, e amor tem que ser compartilhado e retribuído, sexo oral é muito bom, de ambos os sexos.

também não entendo quem tem nojo, já que não se tem nojo de quem se ama...

E também não entendo os "Anônimos", tenho certeza que são blogueiros. Porque não assinam?

bloggernaweb disse...

Olá, Jenny!

Acredito minha namorada já tenha lido esse manual que você citou, pois ela faz tudinho como você descreveu. Confessa: você foi a "fessora" dela?...rsrsrs


Muito bom o texto.

Abraço

Idenaldo

Kinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Douglaço disse...

Nossa lições de como fazer boquete num blog! Há alguma coitada que leva isso a sério?

Você lê revista Capricho, Jenny Taylor?

Jenny Taylor disse...

Todo mês, religiosamente, Douglaço :P

crazyseawolf disse...

Eu tive uma noiva que não gostava que eu fizese sexo oral nela. Ela sentia nojo dela mesma. Toda vez que eu descia lá embaixo ela se retraia e me dava um coice. Com tudo isso, imaginem se ela gostava de fazer em mim. Era uma luta diária... Ainda bem que me livrei dela!

Jennifer disse...

Como assim deixei passar batido um post de suma importância como esse?
Não não não!

Tratado Tcheco, ui! Realizo a carinha de felicidade e a imaginação dessa menina correndo solta ao escrever.

Tutorial super digno.
Adorei e já recomendei para as amigas. Coisas importantes assim têm sempre que serem compartilhadas.

"Deixou o cara gozar na boca e ele não quis te beijar depois? Mande a puta que pariu, por que isso aí não é homem, e sim um belo de um MERDA!"
Preciso nem comentar nada depois disso, só assinar embaixo.

Anônimo disse...

"esse cara tentou ser engraçado e ficou parecendo um roceiro"

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO